top of page
Circulação da Balbúrdia - Nívea Souto Maior e Viviane Vidigal
Circulação da Balbúrdia - Nívea Souto Maior e Viviane Vidigal

qua., 11 de mai.

|

acesso por link

Circulação da Balbúrdia - Nívea Souto Maior e Viviane Vidigal

Em modo de espera: a condição de trabalho e vida uberizada

O registro está fechado
Ver outros eventos

Horário e local

11 de mai. de 2022, 19:30

acesso por link

Sobre o evento

Circulação da Balbúrdia - Nívea Souto Maior e Viviane Vidigal

Em modo de espera: a condição de trabalho e vida uberizada

O trabalho está disponível na Biblioteca da EFoP.

Nívea é advogada, professora e doutoranda em Direito na UFPE. É Mestra em Direito Público - Universidade Estácio de Sá/RJ e em Serviço Social - UEPB . Pesquisadora do Grupo de estudos sobre Trabalho e Proteção Social (GETRAPS/UEPB).

Viviane é advogada, professora e doutoranda em Sociologia na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Mestra em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (2020). Integrante do grupo de pesquisa Mundo do Trabalho e suas Metamorfoses sob a coordenação do prof. Ricardo Antunes. Integrante do grupo de pesquisa Trabalho e Capital sob a coordenação do prof. Jorge Souto Maior. Integrante do núcleo de estudos " O Trabalho Além do Direito do Trabalho", Faculdade de Direito da USP.

Çírculação da Balbúrdia

A “Balbúrdia” se tornou um símbolo involuntário das universidades públicas. O estandarte de ouro do ex-Ministro Weintraub para justificar o corte do orçamento dessas instituições, bem como de suas autonomias constitucionais. A propaganda vigorosa de difamação das universidades repercutiu em diversos dos aparelhos de propaganda do Estado, entre os quais os grandes jornais. Logo diversos editoriais clamaram pelo “fim da Balbúrdia”. Imagens das paredes de centros acadêmicos e edifícios abandonados foram banalizadas, notícias falsas e delirantes se proliferaram. O alinhamento é evidente: era preciso desmantelar o prestígio que essas instituições ainda detém diante da sociedade para extinguí-las. Mas que conhecimento é esse que se produz nas universidades e que é capaz de tirar o sono dos heróis da ordem e do progresso nacional? Deveríamos nós nos afastarmos de quaisquer depravações à intelecção da ordem? Deveríamos nos tornar cientistas brancos, de jalecos brancos, diante de quadros brancos? Muitos, dentre os quais entre nós, se agarram a essa imagem maculada da universidade como um espaço límpido de progresso e desenvolvimento. Nós, por outro lado, abraçamos a Balbúrdia.

A EFOP propõe um espaço de formação acadêmica e política para disputar a a universidade: a Circulação da Balbúrdia. Um espaço de debate sobre a produção acadêmica de esquerda das universidades públicas brasileiras. É um espaço para os pesquisadores apresentarem e discutirem suas teses e dissertações e colocá-las em circulação.

Resumo

O presente estudo tem como escopo compreender as condições do trabalho uberizado. Este novo modelo de exploração capitalista tem intrínseca relação com as novas tecnologias da informação e comunicação, de forma a intensificar e elastecer a jornada de trabalho. A hipótese sustentada é a de que esses trabalhadores estão em modo de espera, problematizando-se em dois eixos analíticos, a espera pelos chamados e a espera pelo reconhecimento de seus direitos. Para construir os argumentos, sob uma perspectiva metodológica crítico-dialética, serão apresentados dados empíricos, recolhidos de pesquisas qualitativas, desenvolvidas a partir da observação direta, da análise de documentos e da realização de entrevistas semiestruturadas com trabalhadores(as) de plataformas digitais da região metropolitana de Campinas-SP e São Paulo-SP. As entrevistas realizadas articuladas à bibliografia sobre o tema esmiuçarão argumentos que visam compreender como o estado do modo de em espera é internalizado pelos trabalhadores uberizados e as consequências na saúde.

Inscreva-se para receber por e-mail o link de acesso à sala.

Receba notificações sobre as próximas atividades da EFOP:

Telegram

Facebook

Youtube

Inscrição

  • Inscrições

    Inscreva-se para receber o link de acesso à sala!

    R$ 0,00

Total

R$ 0,00

Compartilhe este evento

bottom of page